Alibaba envia novo pedido para investir em Taiwan, diz regulador

sexta-feira, 5 de junho de 2015 11:02 BRT
 

TAIPÉ (Reuters) - A gigante chinesa de comércio eletrônico Alibaba apresentou outro pedido para investir em Taiwan sob regras para companhias apoiadas pela China continental, disse o regulador de Taiwan nesta sexta-feira.

O Alibaba enviou seu novo pedido há um mês e atualmente ele está sendo analisado, disse à Reuters a Comissão de Investimento do Ministério de Economia de Taiwan.

A comissão é responsável por analisar investimentos estrangeiros e chineses em Taiwan, e havia multado o Alibaba e sua plataforma de mercado online Taobao pela violação de regras de investimento exigidas para uma companhia chinesa.

O regulador também havia dado até agosto para que o Alibaba fizesse outro pedido para operar em Taiwan ou saísse da ilha. No mês passado, a comissão impôs um prazo de seis meses para as operações do Taobao.

Um porta-voz do Alibaba não quis discutir os detalhes da análise.

Os investimentos chineses na ilha ainda são estritamente regulados pois a China continental ainda é considerada uma inimiga política, apesar dos crescentes laços comerciais e econômicos desde o final dos anos 2000.

(Por J.R. Wu)

 
Logo do Alibaba na sede da companhia em Hangzhou, China. 11/11/2014 REUTERS/Aly Song