Parlamentares dos EUA pedem ação sobre projeto de lei cibernético após ataque hacker

sexta-feira, 5 de junho de 2015 18:53 BRT
 

Por Susan Cornwell

WASHINGTON (Reuters) - Parlamentaes dos Estados Unidos pediram nesta sexta-feira que o Congresso aprove regras que permitam dividir informações sobre ameaça cibernética entre empresas e o governo, após um dos maiores ataques cibernéticos já conhecido em redes federais.

    "É impossível exagerar essa ameaça ... Precisamos agir

rapidamente", disse o senador Dianne Feinstein, copatrocinador da "Lei de Partilha de Segurança de Informação Cibernética" e líder democrata no Comitê de Inteligência do Senado.

Em abril, a Câmara aprovou uma lei semelhante, chamada "Lei de proteção a cyber redes".

    O Comitê de Inteligência do Senado aprovou sua versão da legislação por 14 votos a 1 em março, mas ainda não foi retomada

no plenário do Senado. Ambas as câmaras deverão concordar com a mesma versão antes da legislação poder passar pelo Congresso.

    A violação maciça de sistemas de computador do Escritório de Gestão de Pessoas foi divulgada na quinta-feira pelo governo Obama, que mencionou que até 4 milhões de registros de atuais e ex-funcionários federais podem ter sido comprometidos.