Alibaba não está nos EUA para competir, diz presidente

quarta-feira, 10 de junho de 2015 10:26 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O Alibaba não quer lutar por fatia de mercado nos Estados Unidos, mas em vez disso espera ajudar pequenas empresas norte-americanas a vender mais produtos na China, disse o presidente-executivo da companhia, Jack Ma.

Ma está visitando os EUA nesta semana para explicar a estratégia global do Alibaba e "ajudar a desfazer mal-entendidos" sobre a companhia, disse o porta-voz Greg Jenkins em email.

"Não estamos vindo para cá para competir", disse Ma no Economic Club of New York nesta terça-feira.

A vasta maioria da receita do Alibaba vem de suas plataformas de mercado doméstico predominantes, mas a companhia tem investido agressivamente em diversos setores no exterior.

Ainda assim, a companhia tem adotado uma abordagem conservadora na expansão nos EUA, contrariando especulação da indústria de que a empresa estaria planejando tomar de assalto o solo norte-americano após seu IPO recorde de 25 bilhões de dólares em setembro.

"A oportunidade e a estratégia para nós é ajudar pequenos negócios nos Estados Unidos a ir à China, venderem seus produtos para a China", disse Ma.

(Por Eric Effron e Anjali Athavaley)