Críticos do Google têm um mês para comentar acusações antitruste da UE

quinta-feira, 18 de junho de 2015 14:42 BRT
 

Por Foo Yun Chee

LONDRES (Reuters) - Reguladores antitruste europeus enviaram cópias de suas acusações contra o Google a críticos da gigante de tecnologia dos Estados Unidos e deram um mês para que eles comentem, disse um dos reclamantes nesta quinta-feira.

O movimento do regulador de competição da União Europeia pode impulsionar seu caso contra a ferramenta de busca, que é acusada de abusar de seu poder de mercado e enganar consumidores e concorrentes ao distorcer resultados de busca para favorecer seu serviço de compras.

Dezenove empresas, incluindo a Microsoft, o site de viagens norte-americano TripAdvisor, o serviço de mapas online britânico Streetmap, o site de comparação francês Twenga e o grupo de lobby ICOMP, devem receber o documento de acusações da União Europeia.

"Nós recebemos hoje o comunicado redigido com as objeções. Fomos convidados a comentar em um período de quatro semanas. Isso é estritamente confidencial, então não podemos revelar nada a respeito, exceto para nosso conselho legal", disse uma das empresas envolvidas.

A Comissão Europeia se recusou a comentar. O Google não estava imediatamente disponível para fazê-lo.

Os reclamantes que desencadearam a investigação da Comissão

sobre o Google há quase cinco anos também podem participar de uma audiência a portas fechadas para discutir o caso, e o Google deve solicitar uma.