Reguladores da UE questionam clientes se acordo entre Nokia e Alcatel afetaria mercado

quarta-feira, 24 de junho de 2015 15:15 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - Reguladores antitruste da União Europeia estão perguntando a clientes do setor de equipamentos de telecomunicações se a oferta da fabricante finlandesa Nokia de 15,6 bilhões de euros pela francesa Alcatel-Lucent será ruim para o mercado.

A companhia combinada ficaria em uma posição entre a líder de mercado Ericsson e a rival chinesa Huawei e acima de outras incluindo ZTE e Samsung.

A Nokia quer ampliar sua exposição ao lucrativo mercado norte-americano para expandir sua linha de produtos. A oferta é um de diversos acordos recentes no setor de telecomunicações, conforme as empresas tentam ampliar sua escala para elevar o lucro e financiar projetos importantes.

Em questionário enviado a clientes e visto pela Reuters, a Comissão Europeia perguntou se a ZTE e a Samsung podem ser consideradas alternativas confiáveis na indústria de redes de acesso por rádio (RAN).

"Você considera que a transação proposta reduz o número de fornecedores alternativos de forma a afetar a competição?", foi perguntado aos entrevistados.

O documento também questiona se o acordo afetaria as barreiras no segmento de comutação. A Comissão tem até 27 de julho para decidir se aprova o acordo, que já foi autorizado por reguladores nos Estados Unidos, Brasil e Sérvia.

(Por Foo Yun Chee)