Ações da Pharol caem 11% por preocupações sobre competição em fusão da Oi

segunda-feira, 30 de novembro de 2015 19:02 BRST
 

(Reuters) - As ações da Pharol, fornecedora de serviços de telecomunicações de Portugal caíram 11 por cento após reguladores brasileiros levantarem preocupações sobre o aumento da competição seguindo a fusão da Oi.

Corretores apontam para comentários de João Rezende, presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que disse que a possível fusão entre Oi e TIM teria impacto negativo sobre a competição.

A Pharol detém 27,2 por cento da operadora de telecomunicações brasileira e é sua maior acionista. As ações da Oi encerraram o pregão desta segunda-feira em queda de 2,76 por cento.

Investidores contam com a participação da Oi no processo de fusão e aquisição no Brasil para solucionar sua alta carga de dívidas de dificuldades operacionais.

(Por Daniel Alvarenga e Kalina Pawilonis)