Nos EUA, vendas da Cyber Monday saltam e volume do tráfego leva a problemas nos sites

segunda-feira, 30 de novembro de 2015 20:14 BRST
 

CHICAGO (Reuters) - As vendas online dos Estados Unidos cresceram 14 por cento na "Cyber Monday", a caminho de estabelecer um recorde, levando alguns sites de varejo, como o Target a ter problemas temporariamente devido ao alto tráfego de consumidores.

Interrupções de sites e processos de compras lentos durante a maratona de compras que se iniciou no Dia de Ação de Graças também foram reportados no PayPal, e nas redes de lojas de departamentos Neiman Marcus, Wal-Mart, L Brands Victoria Secret e na Foot Locker.

As vendas na Cyber Monday, o dia mais movimentado do ano para as compras na internet, tiveram alta de 14 por cento ante o ano anterior, a 490 milhões de dólares entre meia noite e 10h no horário local (3h e 13h no horário de Brasília), de acordo com o Adobe Digital Index, parte da Adobe Systems, que fornece marketing digital e soluções de mídia pra comerciantes.

A Adobe rastreou 80 por cento de todas as transações online vindas dos 100 maiores varejistas dos EUA e disse que as vendas estavam se encaminhando para bater as expectativas de um recorde de 3 bilhões de dólares até o fim do dia.

(Por Nandita Bose)