Siemens aumentará gastos com pesquisa para manter vantagem de inovação

terça-feira, 8 de dezembro de 2015 15:49 BRST
 

Por Georgina Prodhan

MUNIQUE (Reuters) - O grupo industrial alemão Siemens vai elevar seus gastos com pesquisa e expandir as atividades com startups para ajudar a manter sua vantagem de inovação conforme a indústria rapidamente se torna digital.

O grupo, que produz de trens a turbinas, disse que vai aumentar seus gastos com pesquisa e desenvolvimento em 7 por cento este ano para 4,8 bilhões de euros, com a maior parte indo para os seus setores mais fortes, de automação, digitalização e sistemas de energia.

A companhia tem sido fundamental no desenvolvimento de telégrafo, máquinas de raio-x e ônibus elétricos, e depende de sua habilidade de continuar inovando para manter o poder de precificação de energia e tomar a dianteira nos mercados em que atua.

"Inovação é parte de nosso DNA", disse o chefe da divisão de tecnologia, Siegfried Russwurm, a analistas e repórteres.

Mas cada vez mais a Siemens tem que competir com companhias de software que podem desenvolver tecnologia mais rapidamente e sem o legado de maquinário físico ou a complexidade de oito diferentes negócios industriais que a companhia tem que administrar.

Para se tornar mais ágil, a Siemens disse que vai agrupar e expandir suas atividades com startups em um novo tipo de incubadora que será uma consultora, promotora e provedora de capital de risco para negócios e projetos.