Site da Trump Tower sai do ar após ação de ciberativistas Anonymous

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015 15:18 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - O site da Trump Tower, arranha-céu do magnata Donald Trump em Manhattan, ficou fora do ar por cerca de uma hora nesta sexta-feira depois que o grupo de ciberativistas Anonymous denunciou o pré-candidato republicano à presidência dos Estados Unidos por seus comentários contrários a muçulmanos.

O site da torre de 68 andares (trumptowerny.com), usada frequentemente por Trump em sua campanha política, caiu depois que o Anonymous (@YourAnonNews) anunciou no Twitter: "o site da Trump Tower em NY foi tirado do ar em um protesto contra o racismo e o ódio".

No início desta semana, o grupo publicou um vídeo no YouTube com uma mensagem na qual se lia: "Donald Trump, pense duas vezes antes de falar qualquer coisa. Você foi avisado Sr. Donald Trump."

Um porta-voz da Trump Tower não estava imediatamente disponível para comentar.

O alerta do grupo a Trump ocorreu dias depois do bilionário propor impedir temporariamente que muçulmanos entrem nos Estados Unidos em resposta aos atentados da semana passada em San Bernardino por dois muçulmanos que segundo o FBI se tornaram radicais.

Uma recente pesquisa feita por New York Times/CBS News mostrou que esta é a primeira vez que os norte-americanos acreditam haver maior probabilidade de outro ataque terrorista desde as semanas que se seguiram aos atentados de 11 de setembro de 2001. O temor crescente tem ajudado a impulsionar Trump entre os republicados que votarão nas primárias para escolher seu candidato às eleições presidenciais de novembro de 2016 nos EUA.