Qualcomm diz que estrutura atual é adequada e desiste de divisão

terça-feira, 15 de dezembro de 2015 15:55 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Qualcomm decidiu não se separar em duas empresas, uma de fabricação de chips, e outra de licenciamento de tecnologia, após a conclusão de uma revisão estratégica que durou seis meses e foi motivada pelo fundo de hedge Jana Partners.

A Qualcomm, maior fabricante de chips para celulares do mundo, disse nesta terça-feira que sua estrutura atual oferece benefícios estratégicos únicos que não podem ser replicados.

A empresa, cujo lucro caiu mais de 40 por cento em cada um dos últimos três trimestres, disse ter um plano em andamento que poderá impulsionar o crescimento. O presidente-executivo, Steve Mollenkopf, não deu mais detalhes.

A companhia também disse que sua estrutura existente permite ampliar o relacionamento com clientes chineses, que estão crescendo rapidamente para outros países.

A Qualcomm disse que os negócios no atual trimestre estão mais fortes que o esperado, apoiados em vendas de celulares 3G e 4G ajudam e corte de custos.

A fabricante de chips disse esperar agora lucro por ação no trimestre pouco acima da faixa mais alta de projeções. A companhia previu lucro de 0,80 a 0,90 dólar por ação no trimestre.