CNova vai investigar irregularidades em centros de distribuição no Brasil

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 20:27 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Cnova anunciou nesta sexta-feira que seu Conselho de Administração contratou assessores jurídicos e contadores externos para avaliar possíveis irregularidades na conduta de colaboradores relacionadas à gestão de estoques no Brasil.

"As questões identificadas envolvem principalmente o tratamento de produtos devolvidos e danificados nos centros de distribuição de sua subsidiária brasileira", afirmou a companhia em nota retransmitida pelo Grupo Pão de Açúcar.

Ainda segundo o documento, a investigação vai avaliar potenciais impactos contábeis e nas demonstrações financeiras da Cnova e que ainda é cedo para afirmar quando a investigação será concluída e quais eventuais medidas poderrão ser tomadas.

A Cnova Brasil foi criada a partir da associação entre a Nova Pontocom, no Brasil, e a Cdiscount, na França. A companhia opera por meio dos sites de comércio eletrônico das marcas Extra.com.br, CasasBahia.com.br, Pontofrio.com, Barateiro.com, PartiuViagens.com.br, Cdiscount.com.br.

Consultado, o GPA afirmou que não tinha comentários além das informações contidas no comunicado.

(Por Aluisio Alves; edição Juliana Schincariol)