Ericsson e Apple assinam acordo de patente e encerram processos

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015 11:07 BRST
 

ESTOCOLMO (Reuters) - A fabricante sueca de equipamentos de telecomunicação móvel Ericsson assinou um acordo de licenciamento de patente com a Apple, encerrando uma disputa de um ano, o que fazia as ações da companhia sueca avançarem nesta segunda-feira.

A Ericsson não especificou quanto vai ganhar com o acordo, mas estimou no geral que a receita de direitos de propriedade intelectual em 2015 vai atingir de 13 a 14 bilhões de coroas (1,52 bilhão a 1,64 bilhão de dólares), incluindo os efeitos positivos do acordo com a Apple, acima dos 9,9 bilhões de coroas em 2014.

O banco de investimento ABG Collier disse em nota a clientes que acredita que o acordo significa que a Apple vai ser cobrada em cerca de 0,5 por cento de sua receita com iPads e iPhones pela Ericsson.

O vice-presidente de propriedade intelectual da Ericsson, Kasim Alfalahi, disse que o acordo é amplo, cobrindo a última geração 4G-LTE, como também as tecnologias 2G e 3G anteriores.

"Isso significa que podemos continuar a trabalhar com a Apple em áreas como a rede de rádio 5G e na otimização da rede", disse à Reuters Alfalahi, que se recusou a dar mais detalhes.

A Ericsson iniciou uma reclamação contra a Apple sobre os pagamentos de licenciamento de tecnologia móvel em janeiro, respondendo à ação judicial feita pela Apple naquele mesmo mês.