Twitter esclarece regras sobre conteúdo banido e comportamento abusivo

terça-feira, 29 de dezembro de 2015 20:01 BRST
 

(Reuters) - O Twitter esclareceu sua definição de comportamento abusivo que vai orientar a rede social a apagar contas, banindo "condutas de ódio" que promovam violência contra grupos específicos.

A empresa mídia social revelou as mudanças nesta terça-feira, após o aumento das críticas de que não estaria fazendo o suficiente para frustrar o uso de suas ferramentas pelo Estado Islâmico.

"Como sempre, nós abraçamos e encorajamos diversas opiniões e crenças, mas continuaremos a agir em contas que atravessam essa linha em direção ao abuso", disse Megan Cristina, diretora de Confiança e Segurança, na rede social.

"Você não pode promover violência ou atacar diretamente ou ameaçar outras pessoas por raça, etnia, origem nacional, orientação sexual, gênero, identidade de gênero, religiosidade, idade, necessidade especial ou doença", afirmam as regras revistas da rede social.

A companhia adotava anteriormente um alerta mais genérico de que baniria usuários por ameaças ou promoção de "violência contra outros".

O anúncio desta terça-feira não revela as mudanças na estratégia de aplicação das regras do Twitter. Um porta-voz da empresa não quis dizer se há alguma sendo trabalhada.