Investidores do Yahoo querem vender negócio de Internet mesmo com impostos maiores

terça-feira, 5 de janeiro de 2016 11:23 BRST
 

Por Deborah M. Todd e Michael Flaherty

(Reuters) - Vários dos principais acionistas do Yahoo estão tão preocupados que o negócio principal de Internet da companhia perca valor que preferem que ele seja vendido o quanto antes.

Os acionistas disseram preferir a venda a esperar que o Yahoo seguir adiante com o plano de buscar uma cisão livre de impostos na operação, que inclui sites de esportes e notícias, e também seu serviço de email.

A Reuters viu uma carta enviada ao Conselho do Yahoo por um dos acionistas principais e falou com pessoas com conhecimento da visão de outros acionistas com participações significativas.

Os investidores argumentam que será melhor sofrer uma taxação adicional agora do que ter ações numa cisão que pode ter perda significativa depois. As ações do Yahoo caíram 36 por cento no ano passado, deixando investidores temerosos sobre o risco de um declínio maior.

Alguns também temem que o Serviço Interno de Receitas dos Estados Unidos conteste o status de livre de impostos, o que pode deixar os acionistas com uma grande alíquota de qualquer forma. O IRS ajudou a acabar com um plano anterior do Yahoo de se desmembrar de sua parcela na gigante de comércio eletrônico chinesa Alibaba, recusando-se a aceitar a isenção de impostos. Isso deixará o Yahoo vulnerável a uma contestação do IRS do status em uma data posterior.