Netflix será disponibilizado em quase todos os países; China fica de fora

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016 17:57 BRST
 

(Reuters) - A empresa de transmissão de vídeos Netflix lançou seus serviços em 130 países nesta quarta-feira, cobrindo praticamente o mundo todo, exceto a China, como parte de seus esforços para enfrentar o crescimento mais fraco nos Estados Unidos.

As ações da companhia, cujas séries populares incluem "House of Cards", "Orange Is The New Black" e "Narcos", subiam mais de 7 por cento no pregão nesta tarde nos Estados Unidos.

Índia, Nigéria, Rússia e Arábia Saudita estão entre os principais países onde o serviço foi lançado, disse o presidente-executivo do Netflix, Reed Hastings, no Consumer Electronics Show em Las Vegas.

A companhia, cujos serviços estavam disponíveis em mais de 60 países antes do lançamento desta quarta-feira, havia dito anteriormente que planejava chegar a 200 países até o fim de 2016.

As restrições impostas pelo governo dos Estados Unidos a companhias norte-americanas impedem que o Netflix seja disponibilizado na Crimeia, na Coreia do Norte e na Síria.

A companhia disse nesta quarta-feira que estava explorando opções para oferecer seus serviços na China. A empresa disse em julho que os planos de entrar na China em 2016 poderiam ser adiados.

(Por Supantha Mukherjee, Anya George Tharakan, LeharMaan em Bengaluru)

 
Reed Hastings, cofundador e presidente executivo do Netflix se apresenta durante conferência em Las Vegas. 6 de janeiro de 2016. REUTERS/Steve Marcus