Dezenas de parlamentares dos EUA pedem informações sobre escândalo de vigilância de emails do Yahoo

sexta-feira, 14 de outubro de 2016 14:42 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - Um grupo bipartidário de 38 parlamentares da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos solicitou nesta sexta-feira que o governo Obama informe o Congresso "assim que possível" sobre o programa criado pelo Yahoo em 2015 para escanear todos os emails que chegavam aos seus usuários por ordem do governo.

O pedido vem em meio ao escrutínio de ativistas do direito à privacidade e liberdades civis sobre a autoridades legal e a natureza técnica do programa de vigilância, revelado em primeira mão pela Reuters na semana passada. O software feito sob medida foi instalado para vasculhar mensagens de centenas de milhões de contas após ordem enviada pelo secreto Tribunal de Vigilância de Inteligência Estrangeira.

"Como legisladores, é nossa responsabilidade ter informações precisas sobre atividades de inteligência conduzidas pelo governo federal", de acordo com a carta, organizada pelo representante republicano Justin Amash, de Michigan, e o representante democrata Ted Lieu, da Califórnia.

"Deste modo, solicitamos informações e um resumo assim que possível para que todos os membros do Congresso possam solucionar os problemas levantados por estas reportagens".

(Por Dustin Volz; reportagem adicional por Mark Hosenball e Joseph Menn)