Grupo finlandês criador de Angry Birds avalia possível IPO no futuro

sexta-feira, 16 de junho de 2017 15:48 BRT
 

HELSINQUE (Reuters) - O estúdio finlandês de animação e jogos para dispositivos móveis Rovio, criador do Angry Birds, informou que pode abrir capital no futuro, mas se recusou a comentar notícias na mídia de que a chinesa Tencent Holdings estaria interessada em comprar a companhia.

Sem identificar as fontes, o site especializado em notícias de tecnologia The Information noticiou que a Tencent explorava uma possível oferta de 3 bilhões de dólares pela Rovio e que a companhia finlandesa podia considerar uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

"Nós e nossos acionistas avaliamos regularmente diferentes alternativas para desenvolver ainda mais a Rovio", disse a empresa em comunicado enviado por email nesta sexta-feira, após ser questionada sobre a reportagem do The Information.

"Uma listagem de ações em algum momento no futuro pode ser possível, de modo a sustentar um contínuo crescimento forte da Rovio e suas metas estratégicas. Contudo, a Rovio e seus proprietários ainda não tomaram quaisquer decisões sobre um possível IPO", informou a empresa.

A Tencent não estava imediatamente disponível para comentar o assunto.

Após anos de resultados mais fracos, cortes de vagas e desinvestimentos, a Rovio voltou a lucrar no ano passado, com o lançamento de seu novo filme do Angry Birds ajudando a elevar as vendas de jogos.

A companhia é controlada por Kaj Hed, que é tio do co-fundador Niklas Hed, e detém 70 por cento da empresa.

No ano passado, a chinesa Tencent comprou fatia majoritária em outra importante empresa finlandesa de jogos, a Supercell, em um acordo avaliado em 8,6 bilhões de dólares.

(Por Jussi Rosendahl, com reportagem adicional de Cate Cadell, em Pequim)

 
Personagens de Angry Birds em pré-estreia de filme em Helsinque. 11/05/2016 REUTERS/Tuomas Forsell