Apple vende mais de 10 milhões de iPhones nos primeiros 3 dias

segunda-feira, 22 de setembro de 2014 12:29 BRT
 

(Reuters) - A Apple afirmou que vendeu um recorde de 10 milhões de unidades do novo iPhone no primeiro fim de semana após o início da comercialização, na sexta-feira.

O presidente-executivo da companhia, Tim Cook, disse que a Apple poderia ter vendido um volume ainda maior se tivesse mais estoque disponível.

Analistas estimavam que as vendas do aparelho no primeiro fim de semana somariam 10 milhões de unidades do iPhone 6 e do iPhones Plus, com base nas encomendas antecipadas recebidas no primeiro dia.

A receita da companhia no primeiro trimestre provavelmente será 9 por cento maior que as estimativas de Wall Street, com base na divulgação das vendas dos primeiros dias e demanda projetada para os novos aparelhos, escreveu Gene Munster, analista da Piper Jaffray & Co.

Os novos celulares, lançados em 10 países, receberam mais de 4 milhões de encomendas antecipadas em 12 de setembro, mais do que o dobro em relação às 2 milhões de reservas recebidas pelo modelo 5 no mesmo período, lançado há dois anos.

"Embora nossa equipe tenha gerenciado a intensificação da produção melhor que antes, poderíamos ter vendido mais iPhones e estamos trabalhando duro para cumprior as encomendas o mais rapidamente possível", disse Cook em comunicado.

No ano passado, a Apple vendeu 9 milhões de iPhones dos modelos 5S e 5C em 11 países, incluindo China, no primeiro fim de semana. As vendas dos novos modelos na China têm sido atrasadas por problemas regulatórios.

A companhia disse na semana passada que muitos consumidores dos Estados Unidos terão que aguardar até o mês para receberem o produto, devido à forte demanda.

A Apple rotineiramente enfrenta restrições na oferta de iPhones, particularmente em anos que envolvem um novo design.

Os novos iPhones estarão disponíveis em mais 20 países em 26 de setembro e em 115 países até o final do ano, segundo a Apple.