Philips vai separar negócio de iluminação e formar companhia separada

terça-feira, 23 de setembro de 2014 07:32 BRT
 

AMSTERDÃ, 23 Set (Reuters) - A Philips disse nesta terça-feira que a empresa será dividida em duas, o que criará um negócio independente de iluminação e unirá as unidades de consumo e cuidados com a saúde em um segmento de 15 bilhões de euros.

A companhia disse que a nova estrutura trará economia de custos de 100 milhões de euros (128,46 milhões de dólares) no ano que vem e 200 milhões de euros adicionais em 2016. Ela espera encargos de 50 milhões de euros ligados à reestruturação de 2014 a 2016.

"Sei a magnitude da decisão que estamos tomando, mas é o momento certo para dar o próximo passo estratégico para a Philips", disse seu presidente-executivo, Frans van Houten.

O negócio de lâmpadas estabelecido por Frits Philips se expandiu, tornando-se uma multinacional de eletrônicos que inventou o CD. Ela mudou o foco para cuidados com a saúde e produtos avançados de iluminação.

A Philips disse que a medida criará duas companhias líderes de mercado e que ambas usarão a marca Philips.

A Philips acrescentou que adotará uma estrutura legal separada para o negócio de soluções em iluminação, de 7 bilhões de euros, e vai considerar várias opções para "estruturas de propriedade alternativas com acesso direto ao mercado de capitais".

Em uma projeção revisada, a Philips disse esperar que o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) do segundo semestre de 2014 fique ligeiramente abaixo do registrado um ano antes.

(Por Anthony Deutsch)