Fintech pede extensão de prazo para negócio na Argentina, diz Tel Italia

quinta-feira, 25 de setembro de 2014 19:12 BRT
 

MILÃO (Reuters) - A empresa de investimentos Fintech pediu à Telecom Italia para ampliar ainda mais o prazo do acordo de compra de uma participação majoritária do grupo italiano na Telecom Argentina, disse a Telecom Italia nesta quinta-feira, em uma tentativa de última hora para garantir que a venda ocorra.

A Telecom Italia, que concordou em vender sua fatia de 22,7 por cento na Telecom Argentina para a empresa de investimentos do bilionário mexicano David Martinez por 960 milhões de dólares há quase um ano, disse em comunicado que iria examinar a proposta da Fintech em uma reunião do Conselho na sexta-feira.

A conclusão do negócio, originalmente prevista para o início de agosto, já foi atrasada duas vezes, na espera de aprovação regulatória na Argentina, que ainda não foi materializada.

Este mês o presidente-executivo da Telecom Italia, Marco Patuano, disse que o grupo iria repensar o negócio se reguladores locais não aprovassem o negócio até 25 de setembro, levantando a possibilidade de que não fosse concretizado.

O comunicado da companhia italiana não deu detalhes sobre a nova proposta da Fintech e um porta-voz da Telecom Italia não estava imediatamente disponível para comentários.

(Por Danilo Masoni)

((Tradução Redação Rio de Janeiro, 55 21 2223-7132))

REUTERS JS LB