Google sofre ameaça judicial após vazamento de fotos de celebridades

quinta-feira, 2 de outubro de 2014 15:33 BRT
 

(Reuters) - Um advogado que representa cerca de uma dúzia de celebridades que tiveram fotos privadas divulgadas por hackers ameaçou processar o Google por falhar em retirar essas fotos da Internet, de acordo com reportagens.

Martin Singer, um advogado da indústria de entretenimento, disse em uma carta na quarta-feira que o Google "está faturando milhões com a vitimização das mulheres" e poderia estar sujeito a pagar 100 milhões de dólares em danos, publicou o jornal New York Post. A carta não diz quais celebridades o advogado representa.

Singer não esteve imediatamente disponível para confirmar a carta e o Google não respondeu imediatamente os pedidos de comentário.

De acordo com a reportagem, Singer disse ter enviado ao Google diversas notificações de violação da Lei Digital Millennium Copyright, que exige que os fornecedores de serviços de Internet removam, a pedido, materiais protegidos por direitos autorais.

Ele disse que enquanto outros sites, como o Twitter, colaboraram com o pedido e removeram as fotos, o Google ainda as exibia nos seus resultados de busca e hospedava o material em seus sites Youtube e Blogspot.

Diversas celebridades, incluindo as atrizes Jennifer Lawrence e Mary Elizabeth Winstead e a modelo Kate Upton, tiveram suas fotos, que estavam armazenadas em contas no iCloud, da Apple, roubadas e postadas na Internet.

(Reportagem de Brendan Pierson)

 
Atriz Jennifer Lawrence, em foto de arquivo, que teve fotos íntimas vazadas na Internet. 27/01/2013 REUTERS/Adrees Latif