Slim diz que busca vender ativos da América Móvil no México

terça-feira, 7 de outubro de 2014 14:58 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O bilionário Carlos Slim disse na terça-feira que a América Móvil está tentando vender ativos da costa oeste do México e da fronteira com os Estados Unidos, não apenas na costa leste, como parte de uma alienação anunciada anteriormente.

A Bloomberg informou em setembro que a América Móvil, a maior empresa de telecomunicações da América Latina, poderia vender infraestrutura em uma faixa de estados de norte a sul ao longo da costa leste do México, que poderiam valer até 17,5 bilhões de dólares.

"Não é a costa leste, é algo maior, ele vai para a Costa Oeste e paa a fronteira ... é um pacote grande", disse Slim, cuja família controla a América Móvil, à Bloomberg Television em Nova York na terça-feira.

A venda planejada, anunciada em julho, veio em resposta a uma reforma do setor destinado a limitar o domínio de Slim nas telecomunicações mexicanas, onde a América Móvil tem cerca de 70 por cento dos assinantes de telefonia móvel e mais de 60 por cento das linhas fixas.

A empresa quer quota de mercado inferior a 50 por cento para evitar algumas das novas regras.

Perguntado em entrevista se a empresa estava negociando com a AT&T sobre a venda, Slim se recusou a comentar.

(Reportagem de Christine Murray na Cidade do México)