Google quer que justiça dos EUA sobre disputa com Oracle

quarta-feira, 8 de outubro de 2014 20:33 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Google pediu que a Suprema Corte dos Estados Unidos interceda no litígio contencioso contra a Oracle, argumentando que a corte precisa agir para proteger a inovação na alta tecnologia.

O pedido do Google, feito na segunda-feira, pretende reverter uma decisão de uma corte de apelação segundo a qual a Oracle pode exigir copyright de partes da linguagem de programação Java, usada pelo Google para desenhar seu sistema operacional para smartphones, o Android.

Representantes da Oracle e do Google não responderam imediatamente a pedidos de comentários.

O Android é a plataforma de smartphones mais vendida no mundo. A Oracle processou o Google em 2010, alegando que a empresa incorporou indevidamente partes da linguagem Java no Android. A Oracle busca indenizações de 1 bilhão de dólares alegando direitos autorais.

O caso analisa se linguagens computacionais que conectam programas -- conhecidas como interface entre aplicativo e programação, ou APIs, na sigla em inglês -- podem ser alvo de copyrights.

Um juiz federal de San Francisco decidiu que a Oracle não poderia pedir direitos autorais por partes da Java, mas anteriormente neste ano a Corte de Apelações do Circuito de Washington discordou.

No documento entregue esta semana, o Google disse que a companhia não teria sido capaz de inovar caso a decisão do Circuito Federal tivesse sido aplicada quando a empresa surgiu.

(Por Dan Levine)