Snapchat culpa aplicativos de terceiros por suposto vazamento de fotos

sexta-feira, 10 de outubro de 2014 18:12 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - A empresa de mensagens móveis Snapchat culpou aplicativos de terceiros pelo possível lapso de segurança que pode ter colocado em risco de vazar na Internet fotos privadas de seus usuários.

"Podemos confirmar que os servidores do Snapchat nunca foram invadidos e não foram a fonte desses vazamentos", disse a companhia em comunicado enviado por e-mail nesta sexta-feira.

Um arquivo contendo ao menos 100 mil fotos enviadas por Snapchat foi coletado por hackers que preparavam sua publicação online, de acordo com reportagem publicada nesta sexta-feira pelo blog Business Insider. O Snapchat permite que seus usuários enviem aos outros fotos e vídeos que automaticamente desaparecem após alguns segundos.

O Snapchat disse que seus usuários supostamente foram vítimas "do uso de outros aplicativos de envio e recebimento de fotos, uma prática que proibimos em nossos termos de uso justamente porque comprometem a segurança dos usuários".

De acordo com a notícia do Business Insider, hackers podem ter invadido os servidores de aplicativos de terceiros que permitem aos usuários salvar as fotos do Snapchat que recebem.

Um porta-voz do Snapchat também disse que o comunicado da companhia foi baseado apenas em notícias da mídia sobre o vazamento de fotos, e que a companhia não pôde verificar se hackers de fato invadiram softwares de terceiros contendo fotos roubadas do Snapchat.

O Snapchat é particularmente popular entre jovens, e algumas reportagens levantaram a preocupação de que o arquivo roubado pelos hackers poderia conter fotos de adolescentes nus que esperavam que as fotos fossem apagadas logo após de terem sido enviadas.

A Reuters não pôde verificar se fotos do Snapchat foram publicadas online.

(Por Alexei Oreskovic)

((Tradução Redação Rio de Janeiro, 55 21 2223 7155))

REUTERS LB RBS