Crescimento mais lento de assinantes testa paciência de investidores do Netflix

quinta-feira, 16 de outubro de 2014 13:52 BRT
 

(Reuters) - Investidores do Netflix vão precisar de paciência para colher a recompensa da cara aposta em conteúdo original e mercados globais, disseram analistas, conforme o crescimento mais lento da base de assinantes causou forte queda das ações.

As ações do Netflix tinham queda de 21,6 por cento às 13h20 (horário de Brasília), após um número menor de usuários novos do que o previsto assinaram serviços de transmissão de vídeo no trimestre encerrado em setembro.

Ao menos 19 corretoras cortaram preços-alvos para o papel em até 150 dólares, chegando a um mínimo de 300 dólares. A ação fechou a 448,59 dólares na quarta-feira.

O Netflix, cujas séries originais incluem "House of Cards" e "Orange is the New Black", planeja gastar 8,9 bilhões de dólares com a compra de novo conteúdo nos próximos anos.

A companhia está financiando quatro longas de Adam Sandler e uma continuação do filme "O Tigre e o Dragão".

Analistas do J.P. Morgan Securities disseram que o conteúdo original ajudará a "revitalizar" o crescimento de assinantes nos mercados doméstico e internacional.

No entanto, os números decepcionantes de assinantes no terceiro trimestre são uma preocupação de curto prazo. O Netflix atraiu 3,02 milhões novos assinantes no mundo todo, ante os 3,69 milhões que havia previsto em julho.

"As tendências de crescimento (de assinantes) e de custo de conteúdo indicam que uma fase mais difícil pode estar à frente", disseram analistas da Macquarie em nota.

O Netflix tem presença em quase 50 países e expandiu sua base de assinantes rapidamente. Mais de um quarto de seus 53 milhões de clientes agora estão fora dos Estados Unidos.

(Por Supantha Mukherjee e Rachel Chitra)