Apple lança novos iPads; modelo mini têm preço mínimo de US$399

quinta-feira, 16 de outubro de 2014 16:47 BRT
 

CUPERTINO Estados Unidos (Reuters) - A Apple lançou nesta quinta-feira o novo iPad Air 2, mais rápido e fino, apostando em melhoras modestas, como o sensor de digitais, para fazer frente a uma esperada disputa acirrada no mercado de aparelhos móveis na temporada de festas do fim do ano.

As pré-encomendas começam na sexta-feira para o iPad Air 2 maior, com preço mínimo de 499 dólares, com embarques iniciando na semana que vem. O iPad menor, o mini 3, será cerca de 100 dólares mais barato.

O diretor de marketing da Apple, Phil Schiller, que classificou o tablet maior como o mais fino do mundo, descreveu diversas novas características do aparelho, como tela antirreflexo e confirmou a inclusão de sensor de identidade por digital, já disponível nos últimos iPhones.

A Apple pode, no entanto, ter dificuldade de impulsionar a mesma paixão pelos tablets dos anos anteriores, entre consumidores já acostumados com uma abundância de aparelhos móveis sensíveis ao toque.

As vendas de tablets devem subir apenas 11 por cento este ano, de acordo com a empresa de pesquisas Gartner, ante avanço de 55 por cento no ano passado, apesar da continuidade da alta das vendas de telefones inteligentes e da queda das vendas de computadores pessoais.

As vendas de tablets da Apple, que definiu a categoria com o lançamento do iPad quatro anos atrás, caíram pelo segundo trimestre seguido. Investidores se mantém focados no iPhone, principal fonte de receitas da Apple, mas uma queda prolongada das vendas de iPad pode ameaçar cerca de 15 por cento das receitas da companhia.

Os novos iPads concorrerão com os tablets lançados recentemente pela Amazon.com e Google.

A Apple também anunciou que lançará seu novo serviço de pagamentos eletrônicos na segunda-feira, depois de a fabricante do iPhone ter fechado acordo com 500 bancos para apoiar o serviço que compete com o PayPal do eBay e outros sistemas online.

O presidente-executivo da Apple, Tim Cook, disse que desenvolvedores estavam iniciando o desenho de aplicativos para o novo relógio inteligente da marca.

A Apple lançou o relógio no mês passado, seu primeiro novo aparelho desde o iPad em 2010. A entrada da empresa no mercado de aparelhos "vestíveis" só ocorrerá a partir de 2015, mas Cook disse que os kits de desenvolvimento de software para o novo dispositivo estarão disponíveis a partir de novembro.

(Por Christina Farr)