Ações da Gemalto caem após Apple revelar cartão SIM

sexta-feira, 17 de outubro de 2014 14:52 BRT
 

PARIS (Reuters) - As ações da empresa franco-holandesa de tecnologia Gemalto perderam mais de 10 por cento depois que a Apple revelou um novo cartão SIM para seus mais recentes iPads, suscitando preocupações sobre o futuro dos chips inteligentes da Gemalto para celulares.

A Apple informou nesta semana que seu novo iPad 2 Air tornaria muito mais fácil para clientes realizarem a troca de operadora sem fio através de um ícone na tela, graças a um cartão SIM neutro da Apple instalado no dispositivo.

"Este é um grande golpe para a tecnologia da Gemalto", disse um operador de Luxemburgo.

A Gemalto, uma importante fornecedora de cartões com chip e terminais de pagamento, obteve cerca de 400 milhões de euros (513 milhões de dólares) de receita no ano passado com o gerenciamento de pagamentos para terceiros.

Ao trabalhar diretamente com Visa e MasterCard para lidar com os pagamentos móveis, a Apple pode pressionar a receita da Gemalto com a instalação de chips e gerenciamento de pagamentos no que é visto como um mercado de rápido crescimento para operações móveis, dizem analistas.

"Concluímos que as implicações (do Apple Pay) são em grande parte negativas para a Gemalto", escreveram analistas do Morgan Stanley em relatório escrito antes do anúncio desta semana sobre os planos de cartões SIM da Apple. "Visa e MasterCard atuando como prestadores de serviços diminuem a potencial fonte de receita."

Representantes da Gemalto contatados pela Reuters disseram não ter comentários imediatos a fazer. A Gemalto irá publicar seus resultados do terceiro trimestre em 23 de outubro.

As ações da Gemalto encerraram o pregão desta sexta-feira com baixa de 10,97 por cento.

(Por Nick Vinocur e Blaise Robinson)