Receita do Yahoo sobe 1% no 3o tri; negócio de publicidade tem queda

terça-feira, 21 de outubro de 2014 20:56 BRST
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Yahoo teve crescimento modesto em suas receitas no terceiro trimestre, superando as fracas expectativas de Wall Street, enquanto o negócio de publicidade online da companhia de Internet continua em dificuldades.

As ações do Yahoo subiram 1,1 por cento, para 40,61 dólares, no after-market nesta terça-feira.

"É uma continuação do que vimos na maior parte dos últimos dois anos", disse o analista da Pivotal Research, Brian Wieser, citando o enfraquecimento do negócio de publicidade.

As receitas do Yahoo, excluindo taxas compartilhadas com sites parceiros, foi de 1,094 bilhão de dólares nos três meses encerrados em 30 de setembro, aumento de 1 por cento frente ao 1,081 bilhão de dólares no mesmo período do ano passado.

Analistas ouvidos pela Thomson Reuters I/B/E/S esperavam receitas ajustadas de 1,045 bilhão de dólares.

Pela primeira vez, o Yahoo divulgou suas receitas móveis, que foram de mais de 200 milhões de dólares no terceiro trimestre. O Yahoo disse esperar que a receita móvel bruta no ano supere 1,2 bilhão de dólares.

O crescimento das receitas caíram nos últimos anos depois que o portal perdeu espaço para rivais como Google e Facebook. A presidente-executiva Marissa Mayer renovou muitos produtos do Yahoo e adquiriu uma série de companhias durante os últimos dois anos, mas ela não foi capaz de retomar o crescimento das receitas da companhia.

O Yahoo disse que as receitas com publicidade, que respondem por aproximadamente 40 por cento das receitas totais da empresa, caíram 5 por cento no terceiro trimestre. As receitas do negócio de buscas do Yahoo subiram 4 por cento ano contra ano, para 452 milhões de dólares.

(Por Alexei Oreskovic)