CEO da Apple discute segurança com vice-premiê chinês em meio a ataques, diz Xinhua

quarta-feira, 22 de outubro de 2014 12:03 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - O presidente-executivo da Apple, Tim Cook, discutiu a segurança de dados de usuários em reunião nesta quarta-feira com uma alta autoridade do governo chinês, segundo a agência oficial de notícias Xinhua.

A reunião vem dias depois que um grupo chinês de monitoramento da web publicar um relatório alegando que usuários da Apple na China foram alvos de um sofisticado e abrangente ataque de hackers que buscava dados particulares de usuários armazenados no serviço iCloud.

O grupo, Greatfire.org, alegou envolvimento do governo chinês nos ataques, uma acusação que o governo refutou categoricamente. A Apple não divulgou comunicados públicos sobre o assunto.

Após uma reunião na quarta-feira, Cook e o vice-premiê Ma Kai trocaram pontos de vista sobre a "proteção de informações de usuários" e também sobre "fortalecer a cooperação nos campos de informações e comunicações", segundo a Xinhua.

A Greatfire disse à Reuters que a Apple parece ter redirecionado dados dos usuários na terça-feira para contornar o ataque.

A companhia não respondeu a pedidos por comentários nesta quarta-feira.

(Por Gerry Shih)