América Móvil espera completar cisão e venda de ativos em 2015

sexta-feira, 24 de outubro de 2014 20:05 BRST
 

Por Christine Murray

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A companhia de telecomunicações América Móvil espera completar uma planejada venda de ativos e uma separação da suas torres de celulares no México em 2015, disse o presidente-executivo, Daniel Hajj, nesta sexta-feira.

A companhia, que é controlada pela família do bilionário mexicano Carlos Slim, está no meio de uma mudança regulatória em seu mercado local, que força a abrir sua infraestrutura para uso de competidores.

Em resposta às regras, a companhia disse em julho que iria separar as torres de telecomunicações e vender ativos para atingir uma participação de mercado abaixo do limite de 50 por cento estabelecido pelo regulador.

"Nós sentimos que no primeiro trimestre, talvez no início do segundo do próximo ano, nós sentimos que teremos feito toda a cisão", disse Hajj sobre as torres de celulares.

A venda planejada de ativos, que foi desenhada para ajudar a evitar algumas novas regulações duras impostas sob uma nova reforma radical do setor, iria acontecer provavelmente em 2015, apesar da companhia não estar com pressa para fazer isso, adicionou Hajj.

"Nós não estamos divulgando o que e como nós iremos vender, o que nós estávamos discutindo neste momento era qual das companhias", disse.