Vodafone eleva projeção conforme novas ofertas impulsionam demanda

terça-feira, 11 de novembro de 2014 09:31 BRST
 

LONDRES (Reuters) - A Vodafone, segunda maior operadora móvel do mundo, elevou sua projeção de lucro para o ano fiscal nesta terça-feira, após melhora na demanda em seus mercados europeus e um esforço de investimento em novos produtos terem ajudado a diminuir uma queda na receita.

Diante de concorrência maior de grupos de entretenimento e provedores de serviços de linha fixa, a Vodafone também disse que planeja lançar um serviço de banda larga e TV em seu mercado doméstico para competir com rivais que oferecem uma gama maior de produtos.

As novidades fizeram as ações subirem, com alta de 5,55 por cento às 9h25 (horário de Brasília).

"Há evidências crescentes de estabilização em alguns de nossos mercados europeus", disse o presidente-executivo Vittorio Colao.

"Nosso programa de dois anos e 19 bilhões de libras de investimento está bem encaminhado, e os consumidores estão começando a ver os benefícios", completou.

A Vodafone, tradicionalmente atuante em telefonia móvel, embarcou em um programa para construir ou comprar redes de banda larga fixa super rápidas pela Europa para conseguir competir com rivais que oferecem contratos de telefonia móvel junto a pacotes de televisão, banda larga ou linha fixa.

A Vodafone divulgou uma receita orgânica de serviço no segundo trimestre fiscal, que exclui itens como vendas de dispositivos móveis e movimentos cambiais, com queda de 1,5 por cento, ante as quedas de quase 4 por cento ou 5 por cento registradas nos últimos seis trimestres. A companhia também bateu a projeção consensual de uma queda de 2,8 por cento.

A companhia agora espera que o lucro principal no ano alcance entre 11,6 bilhões e 11,9 bilhões de libras, ante a projeção anterior de 11,4 bilhões a 11,9 bilhões de libras.

(Por Kate Holton)