Oi quer elevar Ebitda em até R$1,8 bi em 2015, diz não ter pressa para vender ativos

quinta-feira, 13 de novembro de 2014 11:16 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O grupo de telecomunicações Oi espera elevar em 1,2 bilhão a 1,8 bilhão de reais a geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) no próximo ano, por meio de estratégia de corte de custos e melhora de vendas.

A projeção exclui investimentos, que o presidente-executivo, Bayard Gontijo, recusou-se a informar a analistas que participaram de teleconferência em inglês, após a empresa divulgar que fechou o terceiro trimestre com lucro de 8 milhões de reais ante 172 milhões no mesmo período de 2013.

Segundo Gontijo, a Oi "não tem pressa" de vender os ativos portugueses da Portugal Telecom, uma vez que a empresa está preocupada em "obter o melhor acordo para os acionistas".

(Por Alberto Alerigi Jr.)