Samsung persegue onda de smartphones com telas curvas

quinta-feira, 13 de novembro de 2014 14:47 BRST
 

SEUL (Reuters) - A Samsung Electronics planeja dar força à sua liderança que vem desmoronando na indústria global de smartphones em parte intensificando esforços em dispositivos de ponta com telas curvas, repletos de tecnologias avançadas, que são difíceis para rivais copiarem.

No entanto, enquanto a gigante sul-coreana busca fazer com que dispositivos como o Galaxy Note Edge, com curva rígida, se destaquem em um oceano de aparelhos com telas planas e grandes, o lucro dependerá de uma produção com eficiência de custos e da personalização de aplicativos para o novo formato por parte de desenvolvedores.

A Samsung Electronics está rumando para o seu pior lucro anual em três anos, conforme empresas chinesas como a Xiaomi Technology [XTC.UL] e a Lenovo atraem clientes com a oferta de smartphones totalmente funcionais, com tela sensível ao toque e que são mais baratos. Apenas a Apple conseguiu manter um marca inteiramente premium.

A mudança coletiva da indústria na direção de telas maiores faz com que seja mais difícil conseguir designs distintos, disse Kim Nam-su, um designer sênior da Samsung Electronics e um dos arquitetos do Note Edge. "Uma mudança na plataforma pode trazer uma variedade de novas considerações ... acredito que uma tela curva é uma grande solução para superar estes desafios", disse ele.

Ao mesmo tempo que a Samsung Electronics caminha para o que analistas dizem que pode ser uma queda de quase um terço no lucro operacional deste ano, a companhia está lançando mais telefones de médio custo para lutar contra rivais mais baratos.

No entanto, uma vantagem em alta tecnologia para o mercado de luxo também pode ajudar a empresa a competir numa indústria que deve crescer para 331 bilhões de dólares até 2018, ante 289 bilhões de dólares neste ano, segundo a empresa de pesquisas CCS Insight.

(Por Se Young Lee)