Naspers se alia a rivais para impulsionar ofertas online, Brasil é um dos focos

sexta-feira, 14 de novembro de 2014 09:08 BRST
 

JOANESBURGO (Reuters) - A empresa sul-africana de mídia Naspers vai unir forças com a Singapore Press Holdings e duas companhias norueguesas para acelerar seu negócio de comércio eletrônico em mercados emergentes, incluindo o Brasil, como parte de estratégia para se reinventar para dispositivos móveis.

As notícias sobre o acordo faziam as ações da Naspers subirem mais de 8 por cento, às 9h05 (horário de Brasília). Avaliada em mais de 50 bilhões de dólares, a Naspers é a companhia mais valiosa da África.

A Naspers vai estabelecer uma série de joint ventures com a Singapore Press e as norueguesas Schibsted e Telenor ASA, disseram as quatro companhias em um comunicado no final da quinta-feira. As joint ventures vão ter foco em classificados online no Brasil, na Indonésia, Tailândia e Bangladesh.

O tamanho do acordo não foi revelado. Ele marca a mais recente investida da Naspers em negócios online em mercados com rápido crescimento. A estratégia transformou a Naspers de uma editora da época do apartheid em uma gigante da Internet.

Como a Naspers, a norueguesa Schibsted passou de um negócio tradicional de jornal a uma empresa de classificados online. No Brasil, a companhia controla o site bomnegócio.com. Com operações em dezenas de países, a empresa atualmente deve ao negócio online dois terços do seu lucro.

Tanto no Brasil quanto em Bangladesh, a Naspers vai dividir as joint ventures com a SNT, uma companhia controlada em conjunto pelas duas empresas da Noruega.

A sul-africana Naspers já possui no Brasil uma participação de 30 por cento no grupo brasileiro de comunicação Abril S.A.

(Por David Dolan e Balazs Koranyi)