Nokia eleva meta de lucratividade no longo prazo

sexta-feira, 14 de novembro de 2014 11:54 BRST
 

HELSINQUE (Reuters) - A finlandesa Nokia NOK1V.HE elevou nesta sexta-feira sua meta de lucratividade no longo prazo após atender uma demanda forte por redes mais velozes 4G neste ano, e disse que também espera que o negócio cresça em 2015.

A companhia, terceira colocada no mercado global de equipamentos de rede após a Ericsson (ERICb.ST: Cotações) e a Huawei Technologies [HWT.UL], disse que agora tem como meta margem operacional na faixa de 8 a 11 por cento, ante meta de anterior de entre 5 a 10 por cento.

Analistas esperavam amplamente um aumento já que a Nokia divulgou, no mês passado, uma margem de 11,4 por cento para os primeiro nove meses do ano, sustentada por implementações de grandes redes na América do Norte e na China além de economias anteriores.

Nesta sexta-feira, a companhia também informou sua perspectiva para 2015, dizendo esperar que as vendas de redes cresçam na comparação anual com sua margem operacional em linha com a nova meta de longo prazo.

"As expectativas para 2015 (margem) tem ficado no teto da faixa, então talvez a orientação tenha sido uma ligeira decepção para o mercado", disse o analista da Inderes Mikael Rautanen.

"Mas é bom lembrar que a Nokia tem sido muito conservadora com sua perspectiva ultimamente", acrescentou.

A Nokia também um portfólio de patentes da época em que era maior fabricante de telefones do mundo. A companhia disse esperar que as vendas em sua unidade de patentes Technologies cresça em 2015, mas acrescentou que a projeção exclui potenciais ganhos de arbitragem com a Samsung.

(Por Jussi Rosendahl)