Regulador dos EUA questiona plano da AT&T de interromper investimentos

sexta-feira, 14 de novembro de 2014 19:19 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - A Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos (FCC, na sigla em inglês) pediu para a operadora AT&T detalhar seu plano de interromper investimentos em conexão de Internet de alta velocidade em 100 cidades até que a agência defina as novas regras de neutralidade de rede.

No início desta semana, o presidente Barack Obama pediu regras mais estritas para os provedores de Internet na gestão do tráfego da Web. A AT&T respondeu que interromperia os investimentos em conexões de alta velocidade em 100 cidades até que as regras sejam estabelecidas.

Na carta, Jamilla Ferris, chefe da equipe de revisão da FCC, pede que a segunda maior operadora de celular do país dê detalhes sobre seu plano de limitar a instalação de fibra ótica e que entregue todos os documentos sobre a decisão até 21 de novembro.

A FCC está analisando a proposta da AT&T para a compra da operadora de TV paga via satélite DirecTV por 48,5 bilhões de dólares. Como parte da proposta de fusão, a AT&T concordou em fornecer Internet de alta velocidade por fibra para 2 milhões de residências caso o acordo seja aprovado.

"Estamos contentes em responder às questões apresentadas pela FCC em sua análise de nossa fusão com a DirecTV", disse o porta-voz da AT&T, Michael Balmoris. "Como deixamos claro no início desta semana, permanecemos comprometidos com nossos planos relacionados à fusão."

(Por Marina Lopes)