Receita da chinesa JD.com no 3º tri bate previsões com dobro de consumidores

segunda-feira, 17 de novembro de 2014 11:23 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - A JD.com, a segunda maior companhia de comércio eletrônico da China, divulgou nesta segunda-feira um salto de 61 por cento na receita do terceiro trimestre, acima do esperado pelo mercado, à medida que o número de contas de consumidores mais que dobrou para 46,1 milhões ante o ano passado.

A JD.com, rival distante da gigante Alibaba, disse que a receita cresceu para 4,73 bilhões de dólares, ou 29 bilhões de iuanes, nos três meses encerrados em setembro, ante 18,04 bilhões de iuanes no mesmo período um ano antes. O número superou previsões de 4,67 bilhões de dólares, segundo pesquisa da Thomson Reuters com 13 analistas.

A empresa sediada em Pequim disse esperar que a receita no quarto trimestre fique entre 32 bilhões e 33 bilhões de iuanes (5,2 bilhões a 5,4 bilhões de dólares), conforme continua a investir em uma estratégia com foco pesado em logística e em aumentar a penetração em cidades menores na China.

O volume bruto de mercadorias, valor total de produtos vendidos na JD.COM, alcançou 67,3 bilhões de iuanes (10,99 bilhões de dólares), um crescimento de 111 por cento ante o mesmo período no ano passado.

"Mantivemos um ímpeto excelente no terceiro trimestre, com crescimentos mais fortes que os esperados na base anual tanto em volume bruto de vendas e contas ativas de consumidores", disse o fundador e presidente-executivo da JD.com, Richard Liu, em comunicado.

O lucro no terceiro trimestre excluindo certos itens ficou em 370,78 milhões de iuanes (60,56 milhões de dólares), mais que o dobro ante o ano passado.

(Por Paul Carsten)