Sites de mídia britânicos são invadidos por hackers sírios

quinta-feira, 27 de novembro de 2014 13:43 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Sites de várias organizações britânicas de mídia foram invadidos nesta quinta-feira em um possível ataque coordenado organizado pelo Exército Eletrônico Sírio (EES), um coletivo de hackers que apóia o presidente da Síria Bashar al-Assad.

Entre as páginas atingidas estão as de jornais de Londres Daily Telegraph, Independent e Evening Standard, que publicaram que outras organizações de notícias também foram alvo de ataques.

O EES publicou em sua página no Twitter: "Feliz ação de graças, esperamos que vocês não tenham se esquecido de nós! Imprensa: Por favor, não finja que #ISIS são civis. #SEA" publicou o grupo usando a sigla em inglês de seu nome.

"Uma parte de nosso site administrada por um terceiro foi comprometida mais cedo hoje", informou o Telegraph em seu Twitter. "Removemos o componente. Nenhum dado de usuário do Telegraph foi afetado."

Usuários que tentaram acessar certas partes de sites de jornais encontraram uma mensagem em inglês que dizia "Você foi invadido pelo Exército Eletrônico Sírio (EES)" e então eram redirigidos para uma imagem do logotipo do grupo.

Sites de companhias como New York Times, BBC e Microsoft já foram alvos do EES no passado, bem como contas no Twitter de outras organizações de mídia.

(Por Michael Holden)

 
Lupa em frente a uma tela de computador fotografada em Berlim. 21/05/2013. REUTERS/Pawel Kopczynski