Multidão que vai às compras na Black Friday diminui nos EUA após corrida em Ação de Graças

sexta-feira, 28 de novembro de 2014 15:32 BRST
 

WEST HARTFORD, Estados Unidos (Reuters) - As multidões em busca de compras estavam relativamente reduzidas nesta sexta-feira, durante a Black Friday, em um sinal do que se tornou a nova realidade da temporada de compras dos Estados Unidos: a louca corrida pelas ofertas está acontecendo na noite de Ação de Graças, na quinta-feira, e mais consumidores estão fechando negócios online.

A maior parte dos varejistas de grande porte agora abre suas portas na quinta-feira à noite e estende a oferta de descontos em vez de limitá-la a apenas um dia.

O resultado é uma experiência mais calma no que vinha sendo tradicionalmente o dia de compras mais movimentado e às vezes mais caótico do ano.

"O dia está parecido com qualquer outro fim de semana", disse Angela Oliveira, uma dona de casa de 32 anos que foi comprar roupas infantis em um shopping perto de Hartford, em Connecticut.

"O tipo de multidão que normalmente vemos está faltando e este é um dos maiores shoppings daqui. Acho que as pessoas simplesmente não estão gastando muito".

As multidões normalmente vistas na manhã da Black Friday apareceram na noite de quinta-feira. Mais de 15.000 pessoas fizeram fila para a abertura da principal loja da Macy's em Nova York na quinta-feira, disse o presidente-executivo da rede, Terry Lundgren, à CNN.

A polícia teve que intervir em um punhado de incidentes no Wal-Mart Stores na quinta-feira, inclusive para separar uma briga por uma boneca Barbie em Los Angeles, disse a CNN.

O presidente-executivo da Target, Brian Cornell, disse à Reuters que foi encorajado por indicadores antecedentes para uma temporada de compras que "mudou de um evento na manhã da Black Friday para um evento de dias."

"O consumidor claramente gosta de fazer compras no dia de Ação de Graças", disse Cornell, acrescentando que a varejista estava vendendo 1.800 televisores em todo o país por minuto entre as 18h e 20h da véspera, pelo horário local.   Continuação...