23andme, firma de genética com apoio do Google, lança kit no Reino Unido

terça-feira, 2 de dezembro de 2014 12:21 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Um controverso kit de teste de DNA pessoal da empresa de genética apoiada pelo Google, a 23andme, foi lançado na Grã-Bretanha nesta terça-feira.

O produto oferece aos usuários uma chance de ver se correm riscos de certas doenças genéticas e recebeu aprovação para ser vendido, após conseguir a chamada marca "CE" de garantia de qualidade europeia.

No ano passado, a 23andme concordou em parar de vender seu teste de DNA nos Estados Unidos, após a Administração de Alimentos e Drogas dos EUA (FDA, na sigla em inglês) dizer que resultados falsos positivos ou negativos poderiam levar pacientes a tomar atitudes "que induzem à morbidez", como cirurgias desnecessárias.

A companhia está agora buscando aprovação regulatória para o mercado norte-americano.

A empresa disse que cobrará 125 libras (196 dólares) na Grã-Bretanha para seu Serviço de Genoma Pessoal (PGS, na sigla em inglês), que fornece mais de 100 relatórios sobre saúde, características e ancestralidade.

Formada em 2006 por Anne Wojcicki, esposa do cofundador do Google Google Sergey Brin, a 23andme quer entregar informações sobre a herança genética das pessoas a partir de um pouco de saliva.

Críticos, no entanto, dizem que os testes genéticos podem ser mal interpretados e o Departamento de Saúde da Grã-Bretanha disse que as pessoas devem pensar com cuidado antes de usar serviços privados de genoma.

"Esse tipo de teste é muito aberto a interpretações erradas", disse a professora emérita de genética de câncer do hospital St. Geroge em Londres, Shirley Hodgson.

"Os resultados podem indicar alterações muito leves de risco para certas características ou doenças que podem ser mal interpretadas a menos que explicadas detalhadamente por um profissional médico que entenda tais informações".