Apple conspirou para determinar preços de e-book, diz tribunal

terça-feira, 30 de junho de 2015 11:58 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Um tribunal de apelações federal dividido disse nesta terça-feira que a Apple orquestrou uma conspiração com cinco editoras para aumentar os preços dos e-books.

Por dois a um, um tribunal de apelações dos Estados Unidos concordou com um tribunal inferior que decidiu que a conspiração violava leis federais antritruste, e que o juiz agiu de forma apropriada ao impor um mandado de segurança para evitar nova ocorrência.

A juíza Debra Ann Livingston disse que ao organizar a conspiração a "Apple encontrou um caminho fácil para abrir sua iBookstore", enquanto garantia que os preços do mercado subissem para o nível que a Apple e as editoras queriam.

(Por Jonathan Stempel em Nova York)