Xiaomi tem queda nas vendas de smartphones no 1º semestre

quinta-feira, 2 de julho de 2015 15:00 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A maior fabricante chinesa de smartphones, a Xiaomi, informou nesta quinta-feira dados preliminares de vendas pela primeira vez mais baixos que os seis meses anteriores, colocando em perigo sua meta anual e indicando uma desaceleração em seu mercado doméstico.

A empresa disse ter vendido 34,7 milhões de aparelhos entre janeiro e junho, versus 35 milhões em julho e dezembro -a primeira queda sequencial desde que a companhia começou a divulgar números semestrais em 2013. Para 2015, pretende vender no mínimo 80 milhões de smartphones.

A Xiaomi tem aproveitado um rápido crescimento com seus aparelhos mais baratos, mas bem desenhados, que apresenta como alternativa aos iPhones da Apple. Isso fez com que os investidores avaliassem a companhia no ano passado em 45 bilhões de dólares, tornando a companhia a startup mais valiosa da China.

(Por Gerry Shih)