França rejeita pedido de asilo de fundador do Wikileaks Assange

sexta-feira, 3 de julho de 2015 08:04 BRT
 

PARIS (Reuters) - A França rejeitou nesta sexta-feira um pedido de asilo do fundador do Wikileaks, Julian Assange.

Assange está morando pelos últimos três anos na embaixada do Equador em Londres, onde conseguiu refúgio para evitar ser extraditado para a Suécia devido a supostos crimes de abuso sexual.

"A França recebeu a carta do sr. Assange. Uma investigação profunda mostra que no mérito dos elementos legais e materiais da situação do sr. Assange, a França não pode garantir seu pedido", informou nota emitida pelo gabinete do presidente francês, François Hollande.

"A situação do sr. Assange não representa qualquer perigo imediato. Ele também é alvo de um mandato de prisão europeu", acrescentou o comunicado.

O jornal Le Monde publicou anteriormente uma carta aberta de Assange para Hollande, dizendo que sua vida estava em perigo.

(Reportagem de Dominique Vidalon)

 
Fundador do Wikileaks, Julian Assange, durante entrevista na embaixada do Equador em Londres.  18/08/2014   REUTERS/John Stillwell/pool