Piloto quebra recorde de voo solo com avião movido a energia solar

sexta-feira, 3 de julho de 2015 15:14 BRT
 

(Reuters) - Um suíço que tentava circunavegar o globo com uma aeronave movida somente a energia solar partiu do Japão e pousou no Havaí nesta sexta-feira, quebrando um recorde ao voar sozinho durante cinco dias, e sem escalas, pelo Oceano Pacífico.

A Solar Impulse 2 é a primeira aeronave a voar dia e noite sem nenhum combustível. A viagem de 120 horas do piloto Andre Borschberg rompeu a marca de 76 horas de voo sem paradas estabelecida pelo falecido aventureiro norte-americano Steve Fossett, em 2006 a bordo do Virgin Atlantic Global Flyer.

Borschberg, que decolou de Nagoya, no Japão, na segunda-feira na sétima etapa da jornada, pousou em Kalaeloa às 5h55 (13h55 no horário de Brasília) após cinco dias e noites.

A aeronave, pilotada alternadamente pelo exploradores suíços Borschberg e Bertrand Piccard, iniciou sua viagem de 35 mil quilômetros ao redor do mundo em Abu Dhabi no dia 9 de março.

A próxima etapa será de Honolulu a Phoenix, no Estado norte-americano do Arizona, e de lá Borschberg e Piccard irão voar juntos através do Atlântico de volta a Abu Dhabi.

Borschberg pilota sozinho em uma cabine sem aquecimento e despressurizada, tirando sonecas de 20 minutos com o piloto automático ligado.

(Por Karen Brooks em Austin, Texas)