Waze iniciará programa piloto de caronas em Israel

segunda-feira, 6 de julho de 2015 09:35 BRT
 

JERUSALÉM (Reuters) - A empresa de mapas Waze, do Google, está lançando um programa piloto de caronas em Israel, onde usuários poderão pagar a motoristas uma pequena taxa por uma carona para ida e volta do trabalho.

O novo aplicativo, chamado RideWith, usará o sistema de navegação do Waze para aprender as rotas mais frequentes utilizadas pelos motoristas para ir ao trabalho e combiná-las com as de pessoas que buscam uma carona na mesma direção.

O Google comprou o aplicativo israelense Waze --que usa sinais via satélite de usuários de smartphones para oferecer informação de trânsito em tempo real-- por cerca de 1 bilhão de dólares dois anos atrás.

"Estamos conduzindo pequenos testes privados na região de Tel Aviv para um conceito de caronas, mas ainda não temos nada além disso para anunciar neste momento", disse o Waze à Reuters sobre sua investida no cada vez mais competitivo mercado de caronas.

Os motoristas serão limitados a apenas duas viagens por dia e não poderão receber um salário do RideWith, disse uma fonte próxima à companhia, diferentemente de negócios como o aplicativo norte-americano Uber, pelo qual os motoristas podem obter lucro.

Caso o RideWith seja lançado globalmente, essa limitação pode ajudar a empresa a evitar a repressão que o Uber está enfrentando em diversos países que querem proteger os taxistas profissionais.

(Por Ari Rabinovitch)