Uber diz que motoristas foram intimidados na África do Sul

segunda-feira, 6 de julho de 2015 11:41 BRT
 

JOANESBURGO (Reuters) - O aplicativo de transporte urbano Uber disse nesta segunda-feira que seus motoristas enfrentaram intimidação na África do Sul após um protesto na semana passada por membros de associações de táxis que dizem que o aplicativo compete deslealmente por negócios.

Motoristas de táxis tarifados assediaram motoristas do Uber na estação Sandton Gautrain e no shopping Sandton City em Joanesburgo, disse o Uber em comunicado em seu site.

"Temos feito contato com autoridades e a estação Gautrain para que ajudem a parar essa intimidação. Além disso colocamos segurança nesses locais", disse o Uber.

Associações de táxi protestaram na sexta-feira em frente aos escritórios do Uber em Joanesburgo, dizendo que o serviço de carros personalizados está arruinando a economia com cortes de preços e abuso de seus motoristas.

Os protestos são o desafio mais recente para o Uber, que tem sofrido uma forte oposição na Europa. No Brasil, a companhia também vem enfrentando protestos e uma votação desfovorável na Câmara de Vereadores de São Paulo.

(Por Joe Brock)