Satoru Iwata, CEO da Nintendo, morre vítima de câncer aos 55 anos

segunda-feira, 13 de julho de 2015 09:09 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - O presidente-executivo da Nintendo, Satoru Iwata, morreu devido a um câncer no sábado, meses depois de ter liderado a entrada tardia da desenvolvedora japonesa de videogames em jogos para dispositivos móveis depois de anos de quedas nas vendas. Ele tinha 55 anos.

A morte do participativo presidente-executivo e presidente, anunciada pela Nintendo nesta segunda-feira, veio em um momento crítico para a companhia que está apostando que sua nova aliança em smartphones com a desenvolvedora de games online DeNA compensará as quedas das vendas de consoles.

Iwata resistiu durante muito tempo aos pedidos de investidores sobre a entrada em jogos mobile por medo de canibalizar a tradicional base de consoles da Nintendo. Ele anunciou a mudança em março à medida que a dura concorrência de rivais de console e jogos para dispositivos móveis continuaram a pressionar as vendas.

A companhia não anunciou um substituto, mas Genyo Takeda, diretor-gerente sênior e um dos chefes de desenvolvimento do console Wii, vai liderar o comitê para o funeral de Iwata -- um sinal de que ele pode vir a assumir o papel de liderança.

"Eles dizem que ainda não foi decidido quem será o próximo presidente-executivo, portanto, há uma ligeira incerteza", disse o vice gerente-geral da Japan Asia Securities Mitsuo Shimizu.

Iwata passou por cirurgia em junho do ano passado para remover um tumor no ducto biliar e havia retornado ao trabalho. Ele participou de uma conferência anual com acionistas em 26 de junho, mas sua saúde deteriorou-se subitamente nos últimos dias, segundo a Nintendo.

(Por Ritsuko Ando)

 
Presidente-executivo da Nintendo, Satoru Iwata, morto no sábado.  27/01/2012   REUTERS/Toru Hanai