Após ataque, senadores dos EUA querem proteger domínios ".gov"

quarta-feira, 22 de julho de 2015 17:58 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - Senadores dos Estados Unidos lançaram nesta quarta-feira um projeto de lei para dar ao Departamento de Segurança Nacional mais autoridade para proteger os endereços online do governo norte-americano, na esperança de prevenir mais invasões a sistemas como a ocorrida recentemente em órgão de contratação de pessoal do país.

Katherine Archuleta, a chefe do Departamento de Gestão de Pessoal (OPM, na sigla em inglês), se demitiu este mês após invasão dos computadores da agência colocar em risco informações pessoais de 22 milhões de norte-americanos.

"Este ciberataque aponta para um problema maior", disse a senadora republicana Susan Collins, uma das apoiadoras do projeto.

Dentre outras coisas, a legislação dará ao Departamento de Segurança Nacional a autoridade de monitorar todas as agências federais com domínio ".gov" e operar medidas defensivas.

Atualmente, cada agência monitora sua própria rede e requisita a ajuda do departamento se necessário.