Microsoft lança sistema operacional Windows 10

quarta-feira, 29 de julho de 2015 14:25 BRT
 

(Reuters) - O lançamento pela Microsoft de seu primeiro novo sistema operacional em quase três anos, projetado para funcionar em laptops, desktops e smartphones, obteve análises majoritariamente positivas por sua interface amigável ao usuário e recheada de recursos.

O lançamento era visto como crítico para a empresa, particularmente após a resposta fraca ao Windows 8, um redesenho ambicioso que confundiu muitos usuários ao dispensar o menu do botão "iniciar" e apresentar um novo visual.

O novo sistema operacional, lançado nesta quarta-feira, estará disponível como uma atualização gratuita para os usuários do Windows 7, Windows 8 e Windows Phone 8.1.

Geoffrey Fowler, do Wall Street Journal, disse que o Windows 10 resolve a maior parte dos problemas do Windows 8 e representa uma melhora perante o Windows 7, o sistema operacional mais popular da Microsoft nos anos mais recentes.

E o botão "iniciar" está de volta. "Três meses de testes do Windows 10 mostraram que essa atualização familiar mas revigorada supera de longe quaisquer problemas", escreveu Fowler em sua crítica sobre o software.

Ao oferecer atualizações gratuitas, a Microsoft pretende colocar o sistema na maior quantidade de aparelhos possível. A companhia compensaria então a receita perdida com o Windows pela venda de serviços como o pacote Office pela Internet, ou na nuvem.

O analista Daniel Ives, da FBR Capital Markets, disse que a estratégia voltada para a computação em nuvem pode gerar uma nova fonte de receita.

"É um passo na direção certa. Eles voltaram ao DNA básico no software e um modelo centrado na nuvem e em última instância no Windows como um serviço, um modelo de assinatura", disse ele à Reuters.

(Por Lehar Maan)

 
Laptop roda demonstração do Windows 10 em loja da Microsoft em Nova York. 28/07/2015. REUTERS/Mike Segar