Apple nega plano para vender serviços de telecomunicações diretamente a consumidores

terça-feira, 4 de agosto de 2015 14:19 BRT
 

FRANKFURT/PARIS (Reuters) - A Apple negou uma notícia de que esteja planejando vender serviços de comunicações diretamente para consumidores, contornando operadoras de telecomunicações, das quais a companhia depende atualmente para fornecer serviços.

O Business Insider disse na segunda-feira que a fabricante do iPhone estaria testando um serviço conhecido como operadora móvel com rede virtual (MVNO, na sigla em inglês) nos Estados Unidos, alugando capacidade de uma ou mais operadoras de rede para oferecer assinaturas para seus próprios clientes.

A Apple também estaria em conversas com operadoras europeias sobre um arranjo do tipo, segundo o website.

"Não discutimos nem temos qualquer plano de lançar uma MVNO", disse uma porta-voz da Apple nesta terça-feira.

A Apple divulgou recentemente que vendeu 48 milhões de iPhones no trimestre até junho, obtendo 31,4 bilhões de dólares em receita, ou 63 por cento do total de suas vendas.

Desde que lançou o iPhone em 2007, operadoras desde a AT&T e Deutsche Telekom à China Mobile têm sido parceiras cruciais em assegurar a investida da Apple no negócio de celulares.

(Por Eric Auchard e Leila Abboud)